Ligue e Assine: (48) 3265-0446

08/05/2018 | Tamanho da Letra A- A+

Freis dão apoio a dependentes químicos, em São João Batista

Comunidade Terapêutica Fazenda Espírito Santo, agora é Casa de Acolhida Filhos Prediletos, Fraternidade o Caminho

Desde 01 de fevereiro, a Comunidade Terapêutica Fazenda Espírito Santo, que atuava no apoio de dependentes químicos, mudou a coordenação. Antes administrada pela família Clemes, passou a ser de responsabilidade dos freis, que realizam o trabalho de acolhida e tratamento com a ação, Fraternidade o Caminho.

O frei Ângelo Nazareno, juntamente com os freis Thiago Suptil e Amós da Mãe do Céu, atualmente realizam o tratamento em 18 irmãos. Sobre a mudança, frei Ângelo relata que, agora, não é cobrado do dependente nenhum valor e também o local não conta com convênios com a administração municipal e nem trabalha com perícias. “Nosso foco é ajudar, servir, alimentar os pobres dos pobres”, diz.

Vida em providências

Por não cobrar a Casa de Acolhida Fraternidade o Caminho vive da bondade e caridade do próximo. Algumas empresas que já eram parceiras da Fazenda Espírito Santo, como ViaScarpa, Renata Mello, Irmãos Soares, Dona Della, Calçados Ala continuaram a auxiliar. Porém os recursos ainda estão escassos. No dia da entrevista, por exemplo, eles estavam sem gás.

Para arrecadar recursos, eles também pretendem implantar uma oficina de artesanato, porém, precisam do apoio para adquirir um esmeril e ferramentas. Assim eles conseguem produzir crucifixos, terços, cruz, chaveiros, e quem sabe, vender camisetas.

Quem tiver interesse em ajudar, poder entrar em contato pelo telefone 48 3265-2208, que eles vão buscar as doações, que podem ser alimentos, produtos de limpeza, ferramentas ou valor em espécie. Também há uma espécie de dízimo, onde as pessoas podem ajudar mensalmente. A Casa de Acolhida fica na SC 408, número 638, no bairro Fernandes, nos fundos da Capela São Pedro.

Confira a matéria completa na edição 636 impressa do jornal Correio Catarinense de sexta-feira, 11.

Texto e foto: Cristiéle Borogonovo.