Ligue e Assine: (48) 3265-0446

11/05/2018 | Tamanho da Letra A- A+

Especial Dia das Mães: Amor de mãe, amor que multiplica

Em tempos atuais, as famílias diminuíram, para um casal ter muitos filhos não é algo tão corriqueiro como nos tempos das avós e bisavós. Mas Fabiana Correia, 42 anos, deixou de lado esse paradigma, e com o marido João Batista Montibeller, 45 anos, moradores do bairro Timbezinho, em São João Batista, tiveram seis filhos.

O primeiro foi Guilherme, 24 anos. Fabiana conta que foi aos 17 anos. Depois, ela e o marido pensavam em ter outro filho, depois de sete anos nasceu Gabriela, agora com 17 anos. Em seguida veio a Geovana, 16, Gustavo, 13, Guilia, 11 e o caçula, com nove. Em meio a risos ela revela que não pretende ter mais nenhum.

Ela conta que ter uma família grande sempre foi o sonho do marido, porém ela não imaginava que teria seis filhos. Com o nascimento das crianças, Fabiana ficou por dez anos fora do mercado de trabalho para se dedicar as crianças.

Com a gravidez aos 17 anos, ela não concluiu os estudos. O filho mais velho sempre lhe disse, que quando entrasse na 2º série do ensino médio, ela voltaria a estudar. “E foi o que aconteceu, nos formamos e depois eu continuei, por quatro anos fui acadêmica de pedagogia e em 2016 me formei”, relata.

Mesmo com as limitações para criar os filhos, amor, carinho e dedicação nunca faltaram. “Foi uma luta, e meu diploma foi dedicado a toda a minha família que me incentivou e me deu forças para continuar”, finaliza.

Texto: Cristiéle Borgonovo.