Ligue e Assine: (48) 3265-0446

09/08/2018 | Tamanho da Letra A- A+

Samae aponta pontos impróprios para água

O Samae – Serviço Municipal de Água e Esgoto – de Nova Trento divulgou os resultados das análises de água bruta, que coletou no mês de junho, em 18 pontos do município. E os resultados são preocupantes. Desses, 16 estão impróprios para consumo humano, entre eles da Escola Municipal Aguti e Escola Municipal Padre José da Poian, no Salto. No Aguti estudam 114 alunos e no Salto, 45. No caso do distrito, a água bruta é capitada não somente para a escola, bem como a Unidade de Saúde, a Capela São Paulo e mais 16 residências.

A autarquia fará a entrega dos relatórios aos moradores destas localidades, para que eles tenham ciência da importância de se ter uma água potável e de qualidade. Além disso, o Samae enviou uma cópia das análises para a Secretaria Municipal da Saúde, que já contatou a Vigilância Epidemiológica, para as devidas providências.

Entre as ações, os moradores que se abastecem de redes alternativas devem procurar a Secretaria de Saúde, que vai doar um kit de produtos químicos, especialmente cloro, para aplicá-lo nas caixas de água que se destinam ao consumo humano. “Assim que o Samae nos avisou, já providenciamos ações sobre este assunto”, destaca o secretário Maxiliano de Oliveira, o Max. Ele completa de que a situação está controlada.

Confira a matéria completa na edição 649 impressa do jornal Correio Catarinense.